Distrai ou Destrói?

Resumo
Todos sabemos que o cigarro faz mal para a saúde. Veja aqui alguns danos que não são mencionados.
1 - TELHADO DE VIDRO- Fumar enfraquece o sistema imunológico e torna o corpo vulnerável a doenças como a lupus erithematosus, que provoca calvície. Cabelo de fumante, quando existe, é assim: quebradiço, sem brilho e, para completar, mau cheiroso.
2 - EMBAÇO- Quem consome mais de um maço por dia tem o dobro de chance de ter catarata, doença que deixa a visão nublada e, aos poucos, leva à cegueira.
3 - EMBALAGEM VENCIDA- O cigarro envelhece a pele, deixa-a seca e enrugada. Sua nicotina inibe a produção de colágeno, dificulta a assimilação de vitamina A, reduz a hidratação do corpo e retira proteínas que dão elasticidade à epiderme. Fumantes de 40 anos costumam ostentar rugas que só aparecem nos não-fumantes quando estão na casa dos 60.
4 - MONO- O fumo obstrui os vasos sangüíneos e reduz o fluxo de sangue para o ouvido. Por isso, o fumante começa a sofrer de perda de audição, em média, 16 anos antes dos outros, além de se tornar mais suscetível às infecções.
5 -INJEÇÃO DE ÂNIMO- Cigarro não provoca melanoma, um tipo de câncer de pele que pode ser fatal. Em compensação, aumenta o risco de morte em pessoas atingidas pela doença. Outro tumor maligno, conhecido como carcinoma, tem freqüência 50% maior entre fumantes.
6 - ÊXODO BUCAL- Fumar cigarro amarela os dentes e contribui para a formação de tártaro, o que provoca cáries. A probabilidade dos dentes de um fumante caírem é 150% maior que a de um não-fumante.
7 - ODOR FETIDO- A fumaça do cigarro irrita as glândulas salivares, que passam a produzir menos saliva, deixando a boca seca e com odor fétido.
8 - FORA DO AR- Além de câncer do pulmão, vários distúrbios respiratórios têm origem no hábito de fumar. Um desses males é o enfisema, que, em casos extremos, é resolvido através de uma operação conhecida como traqueotomia. Assim, o paciente pode respirar por um buraco aberto na garganta, na altura da traquéia como na figura ao lado. A bronquite é outra doença que ataca o fumante com sintomas típicos: acúmulo de catarro, tosse e dificuldade de respirar.
9 - NO OSSO- O monóxido de carbono exalado pela fumaça dos cigarros e dos automóveis diminui a oxigenação do sangue e reduz a densidade dos ossos, que passam a quebrar facilmente. Quem fuma um maço por dia está mais propenso a sofrer dores nas costas.
10 - HEARTBREAKER- Fumar dá taquicardia, eleva a pressão do sangue, aumenta o risco de hipertensão, pode causar o entupimento das artérias e levar ao enfarto.
11 - INVASÃO DE PRIVACIDADE- O cigarro diminui a resistência às bactérias que geram a úlcera de estômago. Se o paciente não parar de fumar, o tratamento será difícil e raramente levará à cura.
12 - DEDO AMARELO- O alcatrão mancha de amarelo os dedos e as unhas do fumante. Não adianta lavar com água e sabão - para limpá-los é preciso abdicar do cigarro.
13 - NUCA LESADA- Além de aumentar o risco de câncer cervical e uterino, o cigarro afeta a fertilidade feminina, gera complicações na gravidez e na hora do parto. Em mulheres com mais de 30 anos, fumar faz baixar os níveis de estrógeno, um hormônio importante na reprodução humana. Sua diminuição apressa a menopausa.
14 - FIM DE CARREIRA- Fumar reduz o número de espermatozóides ativos, diminui o fluxo sangüíneo para o pênis, pode afetar o desempenho sexual e causar impotência. O DNA do fumante também é danificado pelo cigarro: filhos de homens que consomem um maço por dia têm chance 42% maior de contrair algum câncer.
15 - TATUAGEM MAL FEITA- O corpo do fumante tem até três vezes mais chance de desenvolver psoríase, uma doença crônica que provoca escamas esbranquiçadas e manchas vermelhas na pele, principalmente nos joelhos e no couro cabeludo.
16 - ATÉ A ÚLTIMA PONTA- O hábito de fumar danifica as paredes dos vasos sangüíneos e dificulta o bombeamento de sangue até as extremidades do corpo, causando o Mal de Buerger. Há casos em que a má circulação provoca gangrena e obriga à amputação.
17 - MÚLTIPLA ESCOLHA- Pelo menos 60 substâncias presentes no cigarro são comprovadamente cancerígenas. As pessoas que fumam têm 22 vezes mais chance de contrair câncer no pulmão A, sem contar o risco de sofrer dessa doença no nariz B, língua C, boca, glândulas salivares e faringe, esôfago, rins , pênis, vagina, pâncreas e ânus.
Fonte: RIVISTA COLORS, edição 21, FUMARE. Itália.

assine o feed

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Créditos

100% Adventista

Site melhor visualizado no Google Chrome ou no Mozilla Firefox,
Desenvolvido por Bruno, membro da IASD Central do Rio de Janeiro.

Autores:

Clayson Albino

Daniel Santos

Editor Geral:

Bruno Vieira

Todos os Direitos Reservados © 2008 - 2013

Área Restrita

Usuário:
@comunidadeadventista.com
Senha:
Não consegue acessar a sua conta?

  © Comunidade Adventista - 2008 - 2013 | Desenvolvido por Bruno Vieira